Get Adobe Flash player

Archive for the ‘Meio Ambiente’ Category

Coppe prepara projeto de recuperação ambiental de Xerém, em Duque de Caxias

O Laboratório de Hidrologia da Coordenação de Programas de Pós-Graduação de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ) está elaborando um projeto de recuperação ambiental do distrito de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, onde um temporal, no último dia 3, provocou destruição e deixou cerca de 5 mil desabrigados.

“Nós estamos debruçados em cima do que fazer em Xerém”, disse à Agência Brasil o coordenador do Laboratório de Hidrologia da Coppe, Paulo Canedo. O trabalho faz parte de um projeto maior [Projeto Iguaçu], que cobre toda a Baixada Fluminense e está sendo implantado na região, com obras concluídas em áreas mais frágeis dos municípios de Nova Iguaçu, Nilópolis, Mesquita, São João de Meriti, Belford Roxo e Duque de Caxias. Read the rest of this entry »

Aterro clandestino é fechado em área verde da zona oeste do Rio

Um aterro clandestino de resíduos de material de construção, localizado em Vargem Grande, na zona oeste da capital fluminense, foi fechado hoje (9) por uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Caminhões descartavam diariamente toneladas de detritos destruindo a vegetação de taboa, típica de brejos.

Na ação, os fiscais encontraram no terreno dois contêineres de lixo e uma máquina que estava sendo usada para espalhar o entulho usado para aterrar a área, localizada no final da Rua do Cascalho, próximo ao Canal de Marapendi.

A denúncia da existência foi feita pelo Projeto de Monitoramento Ambiental Aéreo, do biólogo Mário Moscatelli. Apesar da ação da secretaria, Moscatelli se mostrou pessimista quanto ao fechamento definitivo do aterro. “Eu garanto que daqui a três meses eles voltarão a jogar entulho no local. Isso acontece aqui no Rio de Janeiro, em Duque de Caxias e em todos os municípios, porque falta uma fiscalização efetiva por parte dos órgãos da prefeitura envolvidos com o meio ambiente”. Read the rest of this entry »

Rede possibilita que empresas façam gestão de resíduos

A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), sancionada em 2011, estabeleceu que fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de produtos em geral deverão criar um sistema de logística que possibilite reciclar os materiais que geram.

Um projeto desenvolvido na incubadora do Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia (Cietec), com apoio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), deu origem a um sistema que permite a empresas, shopping centers ou mesmo municípios pequenos com até 100 mil habitantes, por exemplo, atender às exigências da nova legislação e ainda obter receita ou diminuir despesas com a gestão racional de materiais recicláveis.

Denominada “Rede Resíduo”, a plataforma do Sistema Ciclo conecta em rede, pela internet, grandes geradores de resíduos com recicladores, transportadores e empresas de tratamento e disposição final. Read the rest of this entry »

Coleta de lixo em Duque de Caxias estará normalizada em até 2 meses

Em seu primeiro dia de trabalho, o novo prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, afirmou que a coleta de lixo na cidade da baixada fluminense, suspensa há cerca de 2 meses, será normalizada em até 60 dias.

Empossado, ele disse que foram contratadas, de forma emergencial, duas empresas que farão o serviço. O contrato é de três meses, renovável por mais três. Nesse período deverá ser feita uma licitação para contratar as empresas que ficarão responsáveis pelo trabalho. Read the rest of this entry »

Foro das Nações Unidas definirá ações sobre desenvolvimento sustentável

O Foro de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, formado por ministros de mais de 190 países, vai atuar em busca da consolidação das metas e dos objetivos definidos durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em junho deste ano. O Brasil é um dos presidentes do foro. As reuniões informais ocorrem a partir de janeiro e, em setembro, dias antes da Assembleia Geral das Nações Unidas, haverá a primeira reunião formal do grupo.

“O foro tem caráter universal e servirá para coordenar os esforços internacionais na área de desenvolvimento sustentável e dar coerência às ações das Nações Unidas nessa área, para evitar duplicidades, mandatos equivocados e dar rumo político ao debate”, disse à Agência Brasil o embaixador Luiz Alberto Figueiredo Machado, subsecretário-geral de Meio Ambiente, Energia, Ciência e Tecnologia do Ministério das Relações Exteriores e coordenador-geral da Rio+20. Read the rest of this entry »